Apendicite: onde está, sinais e sintomas, cirurgia e dieta

No artigo vamos entender onde é apendicite, considere os sintomas da inflamação em mulheres adultas, homens e crianças. Apendicite é uma inflamação crítica do apêndice, um apêndice do ceco. Este processo de 9 centímetros de comprimento está envolvido no desenvolvimento do suco intestinal, garante a secreção de células linfóides, que aumentam a imunidade e restauram a microflora intestinal, danificada por uma infecção grave.

Autodiagnóstico do processo inflamatório

Para determinar o processo inflamatório pode ser diagnosticado de forma independente. Usando as dicas a seguir irá tornar mais fácil. Realize as ações com o maior cuidado possível, caso contrário, agrave a situação. A informação é listada apenas para fins informativos, lembre-se, a auto-medicação é perigosa!

  • Use as pontas dos dedos para pressionar suavemente o lado direito perto do ílio. Se durante a palpação a dor aumenta, a probabilidade de apendicite é alta. Para verificar isso completamente, realize um procedimento semelhante no lado esquerdo. Quando a inflamação da dor do apêndice é insignificante ou ausente.
  • Tossir. Ao tossir, a dor durante a apendicite aumenta. Apenas tosse com cuidado, caso contrário sérias conseqüências não podem ser evitadas.
  • É possível diagnosticar apendicite aguda por meio de uma leve pressão com a palma da mão na região do ópio. Empurre para baixo para fazer um atraso. Se a dor diminui e aumenta drasticamente quando você tira a mão, isso indica inflamação.
  • Deite-se do seu lado esquerdo, como resultado, a dor diminuirá. Se a dor aumenta depois de virar para o outro lado, é considerado o primeiro mensageiro da apendicite.

Mesmo que os resultados do diagnóstico não confirmem a inflamação do apêndice, consulte um médico. Se um processo inflamatório for encontrado, evite muitas das consequências.

Os primeiros sinais e sintomas de apendicite em mulheres, homens e crianças

Qualquer doença, seja herpes, cistite ou varicela, tem sintomas e apendicite não é exceção. Considere os sinais e sintomas de apendicite em mulheres, homens e crianças. Mas, para começar, vou parar nas razões. Como mostra a prática, nem toda pessoa inflama esse processo e isso tem uma explicação.

Causas e formas de apendicite

O fator de infecção é uma causa comum. A apendicite aguda é acompanhada pelo aparecimento no intestino de cepas patogênicas de bactérias piogênicas, que em condições normais agem como habitantes do intestino, e se tornam patogênicas sob a influência de fatores internos e externos. Entre eles estão:

  1. Estreitamento do lúmen do apêndice, anomalias congênitas, corpos estranhos, cálculos fecais e neoplasias.
  2. Defeitos dos vasos sanguíneos que alimentam a parede intestinal. Redução do suprimento de sangue para as paredes contribui para a estagnação do sangue, o que leva à necrose do apêndice.
  3. Diminuindo a contração das paredes intestinais, que é acompanhada por abundante formação de muco e dilatação da luz.

Na maioria dos casos, a apendicite se desenvolve em pessoas que sofrem de constipação, doenças infecciosas e doenças do sistema cardiovascular. Inflamação ocorre em homens que abusam de álcool e cigarros, e em mulheres é o resultado de doença inflamatória ginecológica. Em crianças, o ataque desenvolve-se no fundo da garganta dolorida grave ou constrição congênita do ceco.

Há uma apendicite aguda e crônica. Mais frequentemente, as pessoas experimentam uma forma aguda caracterizada por sintomas graves. Crônica é rara e apagou os sintomas.

A dor abdominal aguda é o principal sintoma. Mas há outros arautos da aparência do problema. Eu aconselho você a ler a descrição deles.

  • Dor no umbigo. O primeiro sintoma de apendicite aguda. A dor ocorre no abdômen, não tendo localizações. A síndrome dolorosa é permanente, caracterizada por intensidade moderada e aumenta durante a tosse.
  • Náusea e vômito. A composição do vômito inclui comida previamente tomada junto com a bile. Se o estômago estiver vazio, ele se assemelha ao muco amarelo. Vômito com apendicite - uma resposta à dor, acompanhada por uma deterioração do apetite.
  • Aumento de temperatura. Muitas vezes o companheiro de apendicite é febre. A temperatura do corpo não sobe acima de dois graus, mas há exceções.
  • Distúrbios digestivos. O aumento da intoxicação leva ao distúrbio intestinal. Ao mesmo tempo, há micção freqüente causada pelo envolvimento na patogênese da bexiga. A urina tem uma sombra escura e saturada.

Muitas vezes, a inflamação do apêndice é acompanhada por dor fraca, que é complementada por sintomas que estão ausentes da lista acima. Os analgésicos podem ajudar a reduzir a dor.

Operação para remover apendicite

O tratamento da apendicite é realizado com urgência por cirurgia. O método mais eficaz de tratamento cirúrgico é a remoção tradicional do apêndice, realizada por um médico. A cirurgia laparoscópica, que envolve a remoção do apêndice através de pequenas punções na cavidade abdominal, está ganhando popularidade.

Agora você aprenderá como uma operação para remover a apendicite é realizada. Depois de analisar o material, você percebe o que encontrará quando um infortúnio aparecer. Mas espero que isso não aconteça.

Cirurgia laparotômica

  1. A operação é realizada sob anestesia geral ou anestesia local usando uma incisão especial. Após o procedimento de abertura da cavidade abdominal, o médico encontra um apêndice e examina a zona ileocecal. Em seguida, o processo é removido para a ferida, mobilizado e dopado, após o qual o mesentério é dissecado.
  2. O médico coloca o categute na raiz do apêndice e corta o processo. Em seguida, pontos especiais são aplicados, a cavidade abdominal é “limpa” e a ferida é suturada. Após a cirurgia, a temperatura aumenta por uma semana.
  3. No primeiro dia após a operação, recomenda-se ficar na cama, tomar analgésicos, aplicar frio na ferida. Se não houver complicações, não levará mais que dois dias para restaurar a motilidade intestinal.
  4. Na ausência de frustração, depois de doze horas, é permitido consumir refeições líquidas e beber. Após a operação, não é prevista uma dieta especial, mas é recomendável retornar gradualmente à dieta tradicional.

Cirurgia laparoscópica

A cirurgia padrão é extremamente dolorosa. Mas ela tem uma alternativa. O equipamento moderno ajuda a remover o apêndice através da boca ou da vagina.

  • Os instrumentos são alimentados pela boca até o ponto de operação. O cirurgião faz um pequeno orifício e penetra na cavidade abdominal. Em seguida é a remoção do apêndice, mas as costuras não impõem.
  • Este método de tratamento da apendicite tem várias vantagens, incluindo: um pequeno período de pós-operatório, recuperação de velocidade, baixa probabilidade de complicações, alta do hospital após algumas horas.
Este material é apenas para fins informativos. Não se esqueça da saúde e do futuro bem-estar do homem. Apenas um cirurgião experiente irá remover qualitativamente o apêndice e fornecer uma recuperação rápida.

Dieta após a remoção de apendicite

Depois da operação e remoção do anexo por um certo período, recomenda-se aderir a uma dieta especial, caso contrário haverá complicações. Nem todo paciente cumpre as instruções do médico e muda suas preferências pessoais de gosto. E isso é contra o pano de fundo do fato de que seguir uma dieta semelhante é fácil.

Intervenção cirúrgica para o estresse severo do corpo. Como resultado, reservas internas são usadas, o que ajuda a abandonar facilmente a comida habitual. No futuro, a dieta se torna diversificada.

Apenas unidades cumprem esta dieta. Como resultado, muitas pessoas que foram submetidas a cirurgia experimentaram uma cicatrização prolongada da ferida e complicações relacionadas ao funcionamento do sistema digestivo. Isso pode ser evitado seguindo as regras da nutrição.

  1. Coma pequenas quantidades de comida. A pausa entre as refeições não deve exceder três horas. Graças a esta abordagem, o sistema digestivo funciona de acordo com o relógio, o que tem um bom efeito no bem-estar.
  2. Se você não pode cozinhar frequentemente alimentos, preste atenção ao bebê purê. Com isso, você pode comer rapidamente a qualquer momento. Como o peixe não é recomendado para carnes e carnes por um mês após a operação, esses alimentos fornecem calorias ao corpo.
  3. Durante a semana, desista do uso de fibra. Segundo os nutricionistas, neste momento é melhor saciar a fome com pratos que não exigem o uso de pão. Estamos falando de purê de legumes e caldo de baixo teor de gordura.
  4. Os produtos de farinha entram na dieta três décadas após a remoção da apendicite. Nem todo mundo vem para cumprir essa regra. Se você tiver essas dificuldades, substitua os doces por geleia ou purê de frutas.
  5. Há falta de dieta. É sobre contar calorias. Graças a estes cálculos, o corpo reabastece a reserva de forças e funciona normalmente.
  6. Calculando o número de calorias, considere o estilo de vida e outros parâmetros. Fazer isso sozinho é problemático. Virando-se para um nutricionista para ajudar, haverá uma solução para o problema instantaneamente.
  7. Para a dieta diária não consistia em um conjunto de purê de batatas, eu recomendo planejar com antecedência o que comer. As leguminosas podem comer um quarto após a operação. Então, o que acontece com a sopa de ervilha esquecer?

Se você quebrar a dieta, problemas graves irão ultrapassar. Se você comer um prato de sopa saborosa ou uma porção de alface cheia de maionese, tome uma preparação que melhore a fermentação. No dia seguinte, os intestinos, tanto quanto possível descarregar, caso contrário, o sistema digestivo receberá um sério golpe.

O que você pode comer após apendicite

Quando uma pessoa é retirada apendicite, recomenda-se a seguir uma dieta. O uso de certos alimentos retarda o processo de cura e contribui para o desenvolvimento de complicações. O aumento da formação de gases leva ao alongamento dos intestinos e suturas, como resultado da dor.

A questão é se após apendicite há certos produtos que foram incluídos na dieta antes da operação, muitas pessoas estão preocupadas. Não posso considerar todas as respostas, mas posso dar um pouco de atenção às perguntas mais populares.

É possível após apendicite:

  • Beber álcool. Junto com o sangue, o álcool entra nos órgãos e tecidos e tem um efeito negativo sobre eles. Se considerarmos que os tecidos se esgotam após a operação, o efeito do álcool é prejudicial. Portanto, é melhor esquecer o álcool.
  • Fumar. Após a cirurgia, o médico espera que a ferida cicatrize rapidamente. Nos fumantes, esse processo é mais lento, pois a nicotina prejudica o fluxo sanguíneo para os capilares. Portanto, desista de cigarros antes de retirar os pontos.
  • Bananas. No período pós-operatório, recomenda-se comer frutas, e as bananas não são exceção. Deles, prepare o purê de batatas, que saturará o corpo com substâncias úteis e fortalecerá o sistema imunológico.
  • Cerveja. É indesejável usar esta bebida espumosa depois da operação, caso contrário as costuras dispersarão. Beber uma bebida contribui para a formação de gases que irritam o estômago e fortalecem os músculos.
  • No banho. Banho estimula as funções regenerativas do corpo, mas na ausência de inflamação pós-operatória. Recomenda-se visitar um banho depois do aperto cheio de costuras.
  • Doce. Quaisquer alimentos doces, incluindo chocolate, biscoitos, doces e outras delícias, são permitidos após a cicatrização da ferida. Açúcar impede a cura rápida.
  • Iogurte. Imediatamente após a operação, recomenda-se a utilização de iogurte caseiro com baixo teor de gordura, que não contém açúcar. Este produto lácteo é rico em oligoelementos que contribuem para o rápido aperto da costura.
  • Café. Quanto ao uso do café, não há restrições. Ao mesmo tempo, o café aumenta a pressão sanguínea e aumenta a frequência cardíaca. Outra bebida causa diarréia. Para o consumo, é melhor consultar um médico.
  • Ovos. Permitido entrar na dieta durante a primeira semana depois da cirurgia. Coma ovos cozidos cozidos ou ovos mexidos. É melhor recusar ovos íngremes, pois eles causam constipação.
  • Fazer esportes. A pessoa que se submeteu à operação deve evitar atividade física pesada durante o trimestre. Mas você pode fazer exercício físico. A principal coisa é que o programa de treinamento não inclui exercícios que afetam o grupo muscular dos músculos abdominais.

Eu compartilhei informações sobre a localização da apendicite, examinei os sintomas da inflamação do apêndice, descrevi a técnica cirúrgica e prestei atenção ao que ocorre após a remoção do processo.

Deixe O Seu Comentário